DESTAQUESSEGURANÇA

Advogado é assassinado em emboscada armada pelo próprio cliente

Foto: Reprodução/OAB-GO

No último sábado, 12 de agosto, a cidade de Alexânia, localizada em Goiás, foi abalada por um trágico evento que resultou no assassinato do advogado Charlesman da Costa Silvano, de 37 anos, assessor jurídico da prefeitura local. Charlesman, que também era primo do prefeito Allysson Silva Lima, foi morto a tiros em uma emboscada, desencadeando uma série de acontecimentos surpreendentes e violentos.

De acordo com informações fornecidas pela Polícia Civil, o advogado teria sido atraído para uma emboscada por um cliente, identificado como Gilberto Gomes de Oliveira. Os investigadores alegam que o crime foi motivado por questões passionais, ligadas a um caso extraconjugal que envolveu a esposa de Oliveira e o próprio advogado Silvano.

As investigações revelaram que, enquanto Gilberto Gomes de Oliveira estava detido sob acusação de tráfico de drogas em 2019, seu defensor, Charlesman da Costa Silvano, teria se envolvido romanticamente com a mulher de Oliveira. Ao tomar conhecimento desse relacionamento, o cliente supostamente decidiu buscar vingança contra o advogado.

A emboscada ocorreu no Setor Clube Nova Flórida, onde Oliveira teria marcado um encontro com Silvano. Segundo relatos da polícia, quando o advogado chegou ao local no seu veículo, uma discussão eclodiu entre os dois homens, culminando em Oliveira disparando pelo menos sete tiros contra a vítima. Após o ataque, o suspeito conseguiu escapar do local montado em uma motocicleta vermelha.

Após descobrir mensagens incriminatórias no celular de Silvano, a polícia iniciou uma perseguição a Oliveira, que se escondeu na residência de sua mãe. Durante a operação, Oliveira resistiu à prisão e foi atingido por um tiro na perna. Na residência do suspeito, as autoridades apreenderam itens que apontavam para seu envolvimento no crime, incluindo uma jaqueta e a moto utilizada durante o assassinato.

Entretanto, a busca por justiça teve um desfecho trágico quando a polícia se deparou com uma cena de confronto armado em outra residência ligada ao caso. Durante a ação, três indivíduos foram atingidos por tiros, resultando na morte de um deles. Os outros dois foram gravemente feridos e tiveram que ser internados para tratamento médico.

A mulher de Gilberto Gomes de Oliveira, peça central no enredo deste trágico evento, revelou às autoridades que seu marido havia descoberto seu relacionamento com o advogado Charlesman da Costa Silvano enquanto estava detido por tráfico de drogas, em 2019. Ainda, Oliveira teria consumido cocaína na noite que antecedeu o ocorrido, e a polícia encontrou uma substância similar à droga em sua residência, a qual será submetida a análises para confirmação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *