PARANÁ HISTÓRICO

Alice e Ewald Henke, pioneiros de Marechal Rondon

No ano de 1951, um evento marcante marcou a história de Marechal Cândido Rondon: a chegada do casal pioneiro Alice (nascida Menzel) e Ewald Henke, juntamente com seus filhos Anita, Kurt, Ulrich, Lori, Willy e Enith. Vindos do interior do município de Santa Rosa, da Linha Sírio (atualmente integrada ao município de Santo Cristo) no Rio Grande do Sul, após nove dias de viagem, eles desembarcaram na então General Rondon.

Inicialmente, a família se dedicou ao ramo de serraria, mas anos mais tarde, adquiriram um moinho que pertencia a um senhor conhecido como “Schmidtão”, oriundo da cidade de Sabáudia, no Norte do Paraná. O moinho, sob a gestão pioneira dos Henke, ficou conhecido como Moinho Fronteira, embora a população local o chamasse carinhosamente de “Moinho Henke”.

Essa chegada e empreendimento da família Henke contribuíram significativamente para o desenvolvimento econômico e social de Marechal Cândido Rondon, deixando um legado importante na história da região.

A foto faz parte do Acervo Memório Rondonense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *