EDUCAÇÃO

Alunos afetados pelas chuvas no Paraná podem solicitar reaplicação das provas do Enem

A nota do Inep afirma que é possível reaplicar as provas em situações específicas como a de “participantes com algum problema logístico causado por desastres naturais na aplicação regular”

Foto: Arquivo AEN

Curitiba (PR) – O Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) emitiu nota prevendo a reaplicação das provas da primeira fase do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste domingo (05) para estudantes dos municípios mais afetados pelas chuvas no paraná.

Na terça-feira (31), o secretário de Estado da Educação, Roni Miranda, havia encaminhado um ofício ao Instituto solicitando o reagendamento da prova em razão da situação de emergência decretada em algumas regiões devido às fortes chuvas. “Foi uma decisão sábia, que demonstra toda a sensibilidade do Inep ao nosso apelo. A atitude vem ao encontro do compromisso do nosso governo e da secretaria com o bem-estar dos estudantes afetados por essa situação”, disse o secretário.

A nota afirma que é possível reaplicar as provas em situações específicas como a de “participantes com algum problema logístico causado por desastres naturais na aplicação regular”. Além disso, informa que “a solicitação pode ser feita pelos inscritos do Estado do Paraná que não puderem comparecer ao local designado ou que se sintam prejudicados”, diz o texto.

O Inep vai disponibilizar, entre 13 e 17 de novembro, na página do participante, uma aba específica para que estudantes façam a solicitação e submetam pedidos para análise. “Uma vitória dos nossos estudantes que vivem nas regiões alagadas e que se preparam o ano todo para as provas, mas que, neste momento, estão fragilizados”, reforça Miranda.

Desta forma, conforme decisão do Inep, a data de realização do Exame Nacional do Ensino Médio será mantida no Paraná, permanecendo a aplicação oficial da primeira fase do exame agendada para este domingo (05) a todos os alunos, sendo aberta a possibilidade de reaplicação àqueles afetados pelas enchentes no estado.

AEN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *