PARANÁ HISTÓRICO

Cascavel em 1967

O ano de 1967 representou um momento crucial na história de Cascavel, quando a cidade estava em pleno crescimento e desenvolvimento. As previsões e projeções da época indicavam um futuro promissor para essa cidade do Paraná. A revista “Manchete” previu que, com pouco mais de 15 anos de existência, Cascavel já contava com 90 mil habitantes e se tornaria uma das maiores cidades do estado. Embora a estimativa tenha sido ligeiramente otimista, com aproximadamente 75.000 habitantes em 1967, a cidade estava, de fato, em ascensão.

Reparem que a Avenida Brasil possuía, na época, três pistas.

Nesse período, Cascavel estava passando por transformações significativas. A construção da Catedral estava em seus estágios iniciais, um símbolo de crescimento e progresso espiritual para a comunidade. A cidade estava se tornando cada vez mais urbanizada, com a expansão das vias e a pavimentação das ruas, incluindo a Avenida Brasil.

A foto retrata uma Cascavel que estava em plena evolução. O asfalto na área da imagem foi uma conquista da administração de Odilon Reinhardt em 1966/67, uma melhoria crucial para a infraestrutura urbana. A pista central da Avenida Brasil era a BR 35, que cortava a cidade e estava revestida de calçamento. Outras ruas, como a Duque de Caxias, a Rio Grande do Sul e a Padre Champagnat, também haviam sido asfaltadas, sinalizando o progresso que a cidade estava vivenciando.

A foto também destaca a construção do prédio Helmuth Bleil na esquina em frente à Igreja, que se tornou conhecido como o prédio da Loja Renner. Além disso, dois “barracões” se destacam na imagem: o Cine Coliseu e o Cine Delfim, este último ainda em obras na época. A necessidade de recuo da frente do Cine Delfim, conforme exigida por lei, contribuiu para a futura configuração da larga Avenida Brasil que conhecemos hoje.

A história de Cascavel é uma narrativa de crescimento, visão de futuro e desenvolvimento urbano. As estatísticas de censo mostram um aumento significativo na população, refletindo o apelo da cidade como um local de oportunidades e progresso. O Cascavel de 1967 estava moldando seu destino como uma cidade próspera e em constante evolução, preparando-se para se tornar um dos centros urbanos mais importantes do Paraná.

 

Crédito: Acervo Xico Tebaldi

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *