PARANÁ

CMEI de Guarapuava fica em segundo lugar na campanha de prevenção à dengue do SESC Paraná

O aplicativo Sesc/PR ofereceu uma competição interativa na qual os participantes documentaram, por meio de fotografias, focos identificados (antes) e focos eliminados (depois). As imagens valiam pontos para os participantes

Guarapuava (PR) – O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Professora Noêmia Hauagge, conquistou o segundo lugar na categoria em equipe ao participar da campanha de prevenção à dengue “Aqui o Mosquito não entra”.

Promovida pelo SESC/PR, em parceria com a prefeitura de Guarapuava, por meio da Secretaria de Saúde do município, a ação teve como objetivo conscientizar a população e criar uma mobilização estadual na eliminação de possíveis focos e criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença. A disseminação da campanha foi realizada pelo departamento de Vigilância em Saúde e pelo Departamento de Vigilância Ambiental, e visou a remoção mecânica de focos do vetor Aedes Aegypti.

O aplicativo SESC/PR ofereceu uma competição interativa na qual os participantes documentaram, por meio de fotografias, focos identificados (antes) e focos eliminados (depois). As imagens foram compartilhadas dentro do próprio aplicativo e valiam pontos para os participantes.

“Eu vejo como um prêmio bastante significativo e importante. Este CMEI está numa localização onde ações como essa, principalmente educativas, que previnem fatores como a questão do foco do mosquito da dengue, é de grande relevância. Nós estamos falando de questões de saúde, questões educacionais e questões sociais. Eu fico muito feliz, quero até aproveitar e dar os parabéns a toda a equipe do CMEI Noêmia (Hauagge) por ganhar este prêmio, que como eu falei, é extremamente significativo. Esse é o objetivo da Secretaria; poder, por meio da educação, atingir muitas outras áreas e ampliar as possibilidades para as nossas crianças e para as famílias também”, destacou o secretário de Educação, Pablo de Almeida.

A Campanha teve como objetivo principal a remoção dos possíveis criadouros do Aedes Aegypti, mosquito que transmite a Dengue, Zika Vírus, Chikungunya e Febre Amarela urbana, buscando criar uma consciência social na população. Dados mostram ques 80% dos criadouros são encontrados nas residências, em locais e objetos como latas e garrafas vazias, pneus, calhas, caixas d’água descobertas, pratos sob vasos de plantas, ou qualquer outro aparato que possa armazenar água da chuva. No período de frio é muito comum encontrar também em piscinas, já que são pouco utilizadas e muitas vezes ficam sem manutenção ou sem capa protetora.

A equipe do CMEI, direção e professoras trabalharam o tema com as crianças e fizeram diversas atividades. Além disso, os integrantes do grupo baixaram o aplicativo do SESC/PR e criaram uma equipe de combate à dengue, registrando os focos eliminados. Eles receberam o troféu de segunda melhor equipe dentro da área de abrangência do município de Guarapuava, ficando atrás apenas de uma equipe do município de Turvo. A entrega do troféu ao CMEI foi realizada pela técnica de Atividades de Educação em Saúde do SESC Guarapuava, Fernanda Guralecka.

Secom/Guarapuava

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *