DESTAQUESMUNDO

EUA revela negociações para estender pausa no conflito entre Hamas e Israel

Foto: Anadolu Agency/Getty Images

O Secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, ressaltou a importância dos esforços internacionais para estender a pausa no conflito entre o grupo extremista Hamas e Israel. Em uma coletiva de imprensa realizada em Bruxelas, na Bélgica, nesta quarta-feira (29/11), Blinken afirmou que os países envolvidos nas negociações estão empenhados em prolongar o cessar-fogo para facilitar a libertação de reféns e prisioneiros e garantir a continuidade da ajuda humanitária.

A trégua atual, que entra no seu sexto dia, ainda não teve uma confirmação de extensão, com esta quarta-feira marcando o final da pausa humanitária de dois dias. O governo dos EUA, juntamente com o Catar e o Egito, está ativamente envolvido nas negociações para estender a trégua e permitir a entrada de mais ajuda humanitária, bem como a liberação segura de cidadãos detidos nos territórios de Gaza e Israel.

Desde o início das ofensivas do Hamas contra Israel em 7 de outubro, o conflito resultou em um significativo número de baixas: 15.242 palestinos e 1.200 israelenses perderam a vida. Blinken enfatizou a importância de prevenir a escalada do conflito e assegurar a saída segura de cidadãos americanos e outros estrangeiros de Gaza.

Durante os dias de cessar-fogo, houve avanços significativos na libertação de reféns e prisioneiros. Nos primeiros cinco dias da trégua, várias libertações foram realizadas por ambos os lados:

  • No 1º dia (24/11): 13 israelenses e 11 estrangeiros foram libertados pelo Hamas, enquanto 39 prisioneiros palestinos foram soltos por Israel.
  • No 2º dia (25/11): Mais 13 israelenses e quatro estrangeiros foram libertados pelo Hamas; 39 prisioneiros palestinos foram soltos por Israel.
  • No 3º dia (26/11): 14 israelenses (incluindo um cidadão russo) e três estrangeiros foram libertados pelo Hamas; 39 prisioneiros palestinos soltos por Israel.
  • No 4º dia (27/11): 11 reféns israelenses foram libertados pelo Hamas; 33 prisioneiros palestinos soltos por Israel.
  • No 5º dia (28/11): 10 reféns israelenses e dois estrangeiros foram libertados pelo Hamas; 30 prisioneiros palestinos soltos por Israel.

Os esforços continuados para estender o cessar-fogo são vitais para alcançar uma resolução mais duradoura e garantir a segurança e o bem-estar de todas as partes envolvidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *