BRASILDESTAQUES

Governo Federal lança hoje o aplicativo “Celular Seguro” com promessa de tornar aparelhos roubados inutilizáveis

Foto: Reprodução/Redes sociais

O Governo Federal está prestes a lançar uma solução inovadora para combater o roubo e furto de telefones móveis no Brasil. Nesta terça-feira (19), às 15h, será lançado o aplicativo “Celular Seguro”, que permitirá o bloqueio imediato de linhas telefônicas e dos próprios aparelhos em situações de crime.

Para utilizar o aplicativo, os usuários deverão cadastrar seus dados em uma página na internet, que será divulgada pelo governo federal. Em caso de roubo ou furto, o sistema poderá ser ativado por meio de um computador, notificando instantaneamente a operadora telefônica e os bancos, que procederão com o bloqueio imediato dos acessos. O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta, destacou a importância dessa medida para reduzir as dores de cabeça e as perdas financeiras enfrentadas por vítimas de crimes dessa natureza.

A iniciativa do aplicativo “Celular Seguro” foi desenvolvida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) em colaboração com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Segundo o secretário-executivo do MJSP, Ricardo Cappelli, os dispositivos móveis roubados se tornarão inúteis após o bloqueio, proporcionando uma resposta eficaz contra o crime.

Com apenas um clique, as vítimas poderão notificar simultaneamente a Anatel, bancos, operadoras de telefonia e outros aplicativos em caso de roubo, furto ou perda de seus aparelhos.

O aplicativo “Celular Seguro” visa aprimorar a segurança no uso de dispositivos móveis por meio de um cadastro centralizado de dispositivos móveis e informações de contato de pessoas de confiança dos proprietários. Isso permitirá o acionamento imediato de medidas de bloqueio dos dispositivos cadastrados em caso de ocorrências de furto, roubo e perda.

Para utilizar o aplicativo, os interessados poderão fazer o download nas lojas virtuais (App Store e Play Store) ou utilizar a plataforma web disponibilizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. O processo de cadastro é simplificado, coletando informações como nome completo, número de telefone, número de série e marca/modelo do dispositivo. Além disso, há um serviço de validação do cadastro que melhora a precisão e segurança das informações registradas.

Inicialmente, o aplicativo “Celular Seguro” estará integrado aos sistemas de cadastro de estações móveis impedidas e à Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom), bem como a instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central do Brasil. Isso permitirá o bloqueio não apenas dos aparelhos, mas também de serviços financeiros vinculados às instituições bancárias dos dispositivos cadastrados em caso de roubo, furto ou extravio.

É importante ressaltar que a comunicação por meio do aplicativo ou da plataforma web não isenta o usuário de realizar as devidas comunicações às autoridades policiais, operadoras de telefonia e instituições financeiras. A iniciativa representa um avanço significativo na segurança dos dispositivos móveis no Brasil, oferecendo uma resposta rápida e eficaz para proteger os cidadãos contra crimes relacionados a telefones roubados ou furtados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *