CANTAGALO

Município de Cantagalo enfrenta prejuízos incalculáveis devido às fortes chuvas

Estragos na zona urbana e rural mobilizam esforços da Administração Municipal e órgãos estaduais em busca de soluções emergenciais

Cantagalo (PR) – Os impactos das intensas chuvas dos últimos dias na cidade de Cantagalo (PR) e região atingiram proporções incalculáveis, resultando em danos significativos tanto na zona urbana quanto na rural. Casas foram destelhadas, inundações ocorreram, e as perdas materiais foram expressivas. Na zona rural, diversas famílias enfrentam a devastação de plantações inteiras, estradas encontram-se em situação emergencial, e pontes caíram ou ficaram deterioradas.

A Secretaria Municipal de Agricultura, em parceria com a Administração Municipal e a Secretaria de Viação e Obras, está empenhada em enfrentar os desafios causados pelas chuvas persistentes, que, segundo as previsões, devem continuar nos próximos dias. Diversas ações já foram realizadas, incluindo cascalhamento e desobstrução de atoleiros, recuperação de bueiros e cabeceiras de pontes, além da abertura de pontos estratégicos em estradas rurais para o escoamento das águas acumuladas.

Os trabalhos continuam em andamento, uma vez que muitas áreas ainda estão sob inundação e diversas estradas encontram-se em estado crítico. O Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR) e o Serviço de Extensão Rural do Estado do Paraná (SEAB) visitaram Cantagalo, atendendo à solicitação do Governo Municipal, para realizar um levantamento abrangente das ações empreendidas e em curso. O objetivo é buscar recursos junto ao Governo Estadual para apoiar a recuperação do município.

Enquanto aguardam possíveis auxílios estaduais, a Administração Municipal já está investindo recursos próprios nas operações de recuperação. A prioridade é garantir que tanto a população da cidade quanto a do interior sejam atendidas de forma rápida e eficaz, buscando soluções para os problemas causados pelas chuvas intensas.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *