DESTAQUESPOLITICA

Senado aprova indicação de Dino para vaga no STF

Brasília (DF) – O plenário do Senado aprovou na noite desta quarta-feira (13) o nome do ministro da Justiça, Flávio Dino, de 55 anos, para ocupar a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) após a indicação feita pelo presidente Lula (PT). A votação, realizada de forma secreta, registrou 47 votos a favor, 31 contrários e duas abstenções, superando o mínimo necessário de 41 votos favoráveis entre os 81 parlamentares.

Paralelamente, o Senado ainda deliberará sobre a aprovação do procurador-geral eleitoral interino, Paulo Gonet, de 62 anos, para o cargo de comando na Procuradoria-Geral da República (PGR). Ambos os indicados por Lula foram previamente aprovados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

Durante a avaliação na CCJ, Flávio Dino obteve 17 votos favoráveis e 10 contrários, enquanto Gonet conquistou 23 votos a favor e 4 contra. A sabatina para os dois candidatos foi realizada simultaneamente, em um formato inédito e breve para os cargos, estratégia elaborada pelo presidente da CCJ, senador Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), com respaldo do governo Lula.

Este formato foi concebido visando minimizar possíveis contratempos diante das complexidades enfrentadas pelo Executivo no Parlamento ao longo do ano, além da resistência da oposição, especialmente em relação à indicação de Flávio Dino. No primeiro escalão do governo Lula, Dino foi protagonista de embates com aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o que gerou maior debate em torno de sua indicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *