DESTAQUESSEGURANÇA

Trio é condenado por assassinato e sepultamento de jovem em praia de Santa Catarina

Foto: Divulgação

Na última quarta-feira (16), o júri popular concluiu o caso envolvendo o brutal assassinato de Amanda Albach, de 21 anos, ocorrido em novembro de 2021, na praia de Imbituba, localizada no Sul de Santa Catarina. Os três acusados pelo crime enfrentaram o tribunal e foram condenados a penas somadas que totalizam mais de 60 anos de prisão. Segundo a denúncia, a jovem foi coagida a cavar a própria cova antes de ser morta.

O veredicto marca um desfecho significativo em um caso que chocou a comunidade local e despertou grande comoção pública. Daiane Mayara Pasqual, uma das envolvidas, recebeu a pena mais severa, sendo condenada a 23 anos de reclusão. Os irmãos Douglas Straccioni da Silva e Vitor Straccioni da Silva também tiveram suas sentenças proferidas, com penas de 20 anos e 10 meses, e 20 anos e quatro meses, respectivamente.

Amanda Albach, cuja vida foi tragicamente interrompida, se tornou um símbolo de uma busca por justiça incansável. O tribunal levou em consideração as evidências apresentadas pela promotoria, que apontavam para a participação ativa dos três acusados no planejamento e execução do crime hediondo.

Apesar da condenação, a defesa dos réus ressaltou que irá buscar recursos legais para revisão do caso. A possibilidade de apelação está prevista no sistema judiciário, permitindo uma reavaliação da sentença por instâncias superiores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *