DESTAQUESMUNDO

Astronauta aposentado William Anders morre em acidente de avião

Washington –  Na última sexta-feira (7), o astronauta aposentado William Anders, um dos três primeiros humanos a orbitar a Lua e célebre por capturar a famosa foto “Earthrise” durante a missão Apollo 8 da NASA, faleceu em um trágico acidente de avião no estado de Washington, segundo informações divulgadas pela mídia local.

Anders, de 90 anos, era o único ocupante da aeronave no momento do acidente, que ocorreu na costa da Ilha Jones, parte do arquipélago das Ilhas San Juan, entre Washington e a Ilha de Vancouver, na Colúmbia Britânica. O jornal The Seattle Times informou que a notícia foi confirmada pelo filho de Anders, Greg.

De acordo com a emissora de televisão KCPQ-TV, afiliada da Fox em Tacoma, Anders era residente do condado de San Juan e estava no controle de um antigo monomotor T-34 Mentor da Força Aérea, de sua propriedade. Imagens de vídeo exibidas pela KCPQ mostraram a aeronave caindo em um mergulho íngreme antes de se chocar com a água em alto-mar.

O Gabinete do Xerife do Condado de San Juan não respondeu imediatamente a um pedido de confirmação do acidente feito pela agência de notícias Reuters.

Formado pela Academia Naval dos Estados Unidos e piloto da Força Aérea, Anders ingressou na NASA em 1963 como membro do terceiro grupo de astronautas. Ele foi ao espaço apenas uma vez, em 21 de dezembro de 1968, quando a Apollo 8 decolou na primeira missão tripulada a deixar a órbita da Terra e viajar 386.000 km (240.000 milhas) até a Lua. Anders era o “novato” na tripulação, composta também por Frank Borman, o comandante da missão, e James Lovell, que havia voado com Borman na Gemini 7 em 1965 e mais tarde comandou a malfadada Apollo 13.

Originalmente programada para 1969, a missão Apollo 8 foi antecipada devido à preocupação de que os russos estivessem acelerando seus próprios planos para uma viagem ao redor da Lua até o final de 1968. A mudança deu à tripulação apenas alguns meses para treinar para a missão histórica, mas altamente arriscada.

Durante o voo, Anders capturou uma das fotografias mais icônicas da história, uma imagem da Terra surgindo no horizonte lunar, eternizando seu nome na história da exploração espacial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *