PARANÁ

Força-tarefa divulga balanço das ações após tornado em Cascavel

Foram realizados 200 atendimentos emergenciais, 315 residenciais e distribuídos 19 mil metros de lona

Cascavel (PR) – A força-tarefa que trabalhou durante todo o dia para amenizar os impactos causados pelo tornado que atingiu Cascavel por volta das 6h desta quarta-feira (4), deixando um rastro de destruição, divulgou o balanço das ações realizadas.

Foram realizados 200 atendimentos emergenciais, 315 atendimentos residenciais e distribuídos 19 mil metros de lona. Entre o corte de árvores, galhos e desobstrução de vias, foram registrados 104 casos.

A força-tarefa contou com equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Secretaria de Meio Ambiente, Transitar, Guarda Municipal, Copel e Sanepar.

 

Tornado

O Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) classificou a tempestade em Cascavel como um tornado de categoria F2 da Escala Fujita, que vai de F0 a F5. Na categoria F2, os ventos atingem velocidades acima de 180 km/h.

Segundo o meteorologista e coordenador de Operação do Simepar, Marco Antonio Rodrigues Jusevicius, esse tornado foi identificado com base nas informações do radar meteorológico e pelas evidências da destruição deixada pela tempestade.

Durante todo o dia, equipes da Defesa Civil e várias secretarias trabalharam para atender a população diretamente afetada pelo tornado.

A região do bairro Santa Cruz foi uma das mais atingidas pelo temporal. Por isso, a Defesa Civil montou uma base móvel na Avenida Tito Muffato, próxima à Univel, para atender a população que precisa de lona.

“Estamos com uma equipe de quatro pessoas para atender o pessoal do Esmeralda, Paulo Godoy e do Santa Cruz, para que eles não precisem ir buscar lona na Defesa Civil”, diz o coordenador do órgão, Marcio Ribeiro.

 

Secom/Cascavel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *