PARANÁ

Guarapuava passa a multar veículos estrangeiros que descumprirem as leis de trânsito

A medida adotada visa responsabilizar motoristas que até então não recebiam penalização em dinheiro pelas infrações

Guarapuava (PR) – Guarapuava adotou uma nova medida para garantir que veículos estrangeiros que cometam infrações no município cumpram as leis de trânsito brasileiras. Agora, motoristas de outros países que desrespeitarem as normas de tráfego em Guarapuava serão multados da mesma forma que os condutores locais.

O procedimento para aplicação de multas a veículos estrangeiros é semelhante ao utilizado para veículos brasileiros. Quando um veículo com placa estrangeira é flagrado cometendo uma infração, a polícia local emite uma notificação, que é encaminhada ao órgão de trânsito. A multa é então lançada no sistema do Detran/PR e uma guia é gerada para pagamento.

A diferença crucial é que o veículo estrangeiro não poderá deixar o Brasil antes de quitar a multa. Isso significa que, para que os motoristas estrangeiros possam retornar aos seus países de origem, eles devem primeiro pagar a infração cometida.

Segundo o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Adalberto Campos, os veículos estrangeiros estão sujeitos às mesmas regras do Código de Trânsito Brasileiro que se aplicam aos veículos nacionais. “As multas, as penalidades e os valores são os mesmos para todos, independentemente da nacionalidade do condutor. Se um veículo estrangeiro for flagrado cruzando um sinal vermelho ou excedendo os limites de velocidade, por exemplo, a multa aplicada será a mesma que um motorista brasileiro receberia por infração semelhante”, disse.

No entanto, o desafio enfrentado pelas autoridades é garantir que os motoristas estrangeiros sejam abordados e notificados antes de deixarem o País. Como observado pelo porta-voz das autoridades de trânsito, se os veículos não forem abordados na fronteira, há o risco de que as multas não sejam pagas.

A abordagem dos veículos estrangeiros ocorrerá principalmente nas fronteiras próximas a Países como Paraguai, Argentina e Uruguai, que são os destinos mais comuns para os visitantes estrangeiros em Guarapuava. O objetivo é garantir que a notificação da multa seja registrada no sistema, de modo que, ao cruzarem a fronteira, os motoristas sejam alertados sobre a necessidade de quitar a infração antes de deixarem o Brasil.

Com essa medida, Guarapuava busca promover a igualdade no cumprimento das leis de trânsito, garantindo que todos os condutores, independentemente da nacionalidade, sejam responsáveis por suas ações nas estradas da cidade.

Secom/Guarapuava

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *