DESTAQUESESPORTE

Marcelinho Carioca afirma ter sido coagido a gravar vídeo de suposto sequestro

São Paulo (SP) – O ex-jogador Marcelinho Carioca veio a público nesta segunda-feira (18) alegando ter sido coagido por criminosos a gravar um vídeo onde afirma ter sido sequestrado após sair com uma mulher casada. Em declarações emocionadas, o ex-atleta relatou ter sido forçado a produzir o vídeo sob ameaças e coerção.

“Fui obrigado a fazer, é mentira”, declarou Marcelinho. “Não é fácil ter o revólver apontado para a sua cabeça a todo momento. Com um revólver na cabeça você faz o quê?”, desabafou, deixando clara a pressão que sofreu durante a gravação.

No vídeo, amplamente divulgado através de aplicativos de mensagens, Marcelinho menciona ter estado em um show em Itaquera, zona leste de São Paulo, e ter saído com uma mulher sem ter conhecimento de seu estado civil. O ex-jogador aparece com um olho machucado na gravação.

“Esta mulher [referindo-se à pessoa no vídeo] é minha amiga. Fui secretário de esporte, a conheço há três anos. Não saí com ela, não tenho nada com ela. Ela é minha amiga, é minha amiga”, explicou Marcelinho, enfatizando a natureza de sua relação com a pessoa em questão.

Marcelinho detalhou que, após ter assistido ao show de Thiaguinho na Neo Química Arena no sábado (16), foi abordado por três indivíduos ao se dirigir para a residência de uma amiga, localizada na Rua Salesópolis, na cidade de Itaquaquecetuba. Foi nesse momento que teria sido agredido e posteriormente levado, com a cabeça coberta, para um cativeiro em seu próprio veículo.

As autoridades estão investigando o caso e ainda não divulgaram informações sobre suspeitos ou detalhes adicionais sobre o suposto sequestro. Marcelinho Carioca, uma figura conhecida e querida no mundo do futebol, recebeu apoio de fãs e amigos durante esse momento desafiador.

Com informações do Jornal Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *