BRASIL

Porto Alegre: Lago Guaíba atinge maior nível em 82 anos no Cais Mauá

Prefeito e vice-prefeito vistoriam comporta 4 no Cais Mauá. Fotos: Pedro Piegas / PMPA

Porto Alegre (RS) – O Lago Guaíba atingiu no final da manhã desta quarta-feira, 27, 3,17 metros no Cais Mauá. A marca é a mais expressiva desde 1941, quando as águas chegaram a 4,75 metros no Centro Histórico. Há oito anos, quando houve a última grande enchente em Porto Alegre, o pico registrado na régua automática foi de 2,94 metros.

O prefeito Sebastião Melo acompanhou o trabalho de reforço de sacos de areia na comporta 4 do Cais Mauá, no Centro Histórico.

“Destacamos o trabalho das equipes do Dmae que estão de prontidão 24 horas nos 14 portões que integram o Sistema de Contenção do Guaíba e trabalham no reforço dos portões com sacos de areia’’ – Prefeito Sebastião Melo.

Para amenizar os efeitos da cheia, a prefeitura ampliou as alternativas de acolhimento à população ribeirinha. A Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) registra 180 abrigados em quatro espaços provisórios, sendo duas estruturas novas.

A Escola Estadual Alvarenga Peixoto, na Ilha dos Marinheiros, foi esvaziada em decorrência dos alagamentos. O ginásio do Departamento Municipal de Habitação (Demhab) recebeu parte das pessoas que permaneciam na escola. Outras famílias foram levadas ao Instituto Educacional Infantil ABCB São Francisco, no bairro Ponta Grossa. A Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem, na Ilha da Pintada, e o Centro Social Padre Pedro Leonardi, na Restinga, permanecem abertos.

“Em paralelo à Operação Inverno, atuamos há 20 dias no atendimento humanizado às famílias atingidas pelas enchentes. As equipes da Fasc e órgãos parceiros permanecem mobilizadas para acolher todas as famílias que procurarem os serviços neste cenário de dificuldades”, afirma o presidente da Fasc, Cristiano Roratto.

Defesa Civil – Os agentes da Defesa Civil estão mobilizados na remoção dos moradores das áreas de risco, em especial na Região das Ilhas. A operação mobiliza, ainda, agentes do Corpo de Bombeiros e da Brigada Militar. O acesso aos abrigos deve ser solicitado pelo telefone 199.

Água e Esgotos – O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) monitora a elevação do Guaíba. As comportas, que permanecem fechadas desde a noite da terça-feira, foram reforçadas com 190 toneladas de areia, distribuídas por meio de sacos em toda a extensão do Cais Mauá.

A Estação de Tratamento de Água (ETA) Ilhas, localizada na Ilha da Pintada, foi paralisada em decorrência do risco de choque elétrico imposto pelos alagamentos na região. Ainda não há previsão de retorno da operação da unidade, que abastece todo o bairro Arquipélago.

Meio Ambiente – A Orla do Guaíba está parcialmente interditada nos trechos 1 e 3. Os agendamentos dos equipamentos esportivos estão suspensos. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smamus) recomenda que a população evite circular na área até o recuo da água.

Serviços Urbanos – A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Smsurb) recebeu dez protocolos relacionados a quedas de árvores nesta quarta-feira. Destes, três foram solucionados e seis permanecem em atendimento.

Mobilidade – A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) registrou, até as 13h, 20 ocorrências. Destas, quatro resultaram em bloqueio total por alagamento: avenida Nossa Sra. da Boa Viagem; avenida Presidente Vargas; avenida Guaíba x rua Dea Coufal; e rua dos Guenoas x rua Jacipuias. Três pontos apresentam semáforos fora de operação; um tem queda de poste.

Saúde – As três unidades de saúde localizadas no bairro Arquipélago (US Ilha da Pintada, US Ilha do Pavão e US Ilha dos Marinheiros) estão fechadas em razão do alagamento das ruas no entorno.

Educação – Quatro escolas municipais e seis conveniadas têm aulas suspensas nesta quarta-feira. São elas: Escola Comunitária Anjo das Flores (Arquipélago), Escola Comunitária ABRASCE Ilha do Pavão (Arquipélago), Escola Comunitária Capela Navegantes (Cristal), EMEI Ponta Grossa (Ponta Grossa), Escola Comunitária ACOMUR (São José), Escola Comunitária Cantinho do Sol (Chapéu do Sol), EMEF Antônio Giudice (Humaitá), EMEF Chico Mendes (Mário Quintana), EMEI Valneri Antunes (Mário Quintana) e Escola Comunitária Tia Rosa (Mário Quintana).

Monitoramento – A sala de situação do Centro Integrado de Coordenação de Serviços (Ceic-POA) acompanha a evolução das demandas relacionadas ao clima em Porto Alegre. Atualizações em tempo real podem ser obtidas no Twitter do Ceic-POA.

Emergências – Em caso de dúvidas e emergências, ligue para a Defesa Civil (199) ou Corpo de Bombeiros (193). Os serviços da prefeitura podem ser solicitados por meio do sistema 156 (telefone, site e aplicativo).

Doações – São solicitados alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e de limpeza, além de rações para cães e gatos. Os donativos podem ser entregues no Centro Administrativo Municipal, na rua Gen. João Manoel, 157 – Centro Histórico, no térreo, das 9h às 17h, até sexta-feira, 29.

Maiores cheias do Lago Guaíba:

1873 – 3,5 metros
1914 – 2,6 metros
1928 – 3,2 metros
1936 – 3,22 metros
1941 – 4,75 metros
1967 – 3,13 metros
1984 – 2,60 metros
2015 – 2,94 metros
2016 – 2,65 metros
2023 – 3,17 metros

Assessoria/Prefeitura de Porto Alegre

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *