PARANÁ

Equipes utilizam tecnologia infravermelha nas buscas pelo avião desaparecido na Serra do Mar

As equipes de resgate que estão empenhadas na busca pelo avião desaparecido na região da Serra do Mar, no litoral do Paraná, retomaram seus trabalhos na manhã desta terça-feira (4) com o auxílio de novos equipamentos. Durante a manhã, foi autorizado o deslocamento de aeronaves do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) equipadas com sistemas de infravermelho.

Segundo informações do Governo do Paraná, duas aeronaves estão agora equipadas com o sistema de infravermelho, o qual pode ser crucial nas operações de busca. Esse sistema tem a capacidade de detectar o calor humano, o que pode auxiliar na localização dos três homens que estavam a bordo da aeronave desaparecida.

Além disso, em apoio ao Salvaero, serviço de busca da Força Aérea Brasileira (FAB), o Corpo de Bombeiros do Litoral está realizando buscas por terra. As equipes iniciaram o trabalho na mesma data em que o desaparecimento foi comunicado e, nesta terça-feira, deslocaram-se novamente para as regiões de Guaratuba e Morretes, próximas à Serra da Prata.

Com o objetivo de explorar áreas de difícil acesso, militares do 8° Grupamento de Bombeiros foram transportados por um helicóptero do BPMOA até o topo da Serra da Prata, onde utilizaram um drone para realizar uma verificação mais detalhada do local.

A Casa Militar do Governo do Paraná está em constante contato com as autoridades da FAB e do Cindacta, que estão coordenando as buscas aéreas, a fim de oferecer apoio e auxiliar nas operações em andamento.

O desaparecimento do avião na região da Serra do Mar tem mobilizado intensamente as equipes de resgate, que estão empregando todos os recursos disponíveis para localizar a aeronave e seus ocupantes. As investigações e buscas prosseguem, com a esperança de encontrar sinais que levem ao paradeiro dos três homens desaparecidos.

As equipes de resgate que estão empenhadas na busca pelo avião desaparecido na região da Serra do Mar, no litoral do Paraná, retomaram seus trabalhos na manhã desta terça-feira (4) com o auxílio de novos equipamentos. Durante a manhã, foi autorizado o deslocamento de aeronaves do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) equipadas com sistemas de infravermelho.

Segundo informações do Governo do Paraná, duas aeronaves estão agora equipadas com o sistema de infravermelho, o qual pode ser crucial nas operações de busca. Esse sistema tem a capacidade de detectar o calor humano, o que pode auxiliar na localização dos três homens que estavam a bordo da aeronave desaparecida.

Além disso, em apoio ao Salvaero, serviço de busca da Força Aérea Brasileira (FAB), o Corpo de Bombeiros do Litoral está realizando buscas por terra. As equipes iniciaram o trabalho na mesma data em que o desaparecimento foi comunicado e, nesta terça-feira, deslocaram-se novamente para as regiões de Guaratuba e Morretes, próximas à Serra da Prata.

Com o objetivo de explorar áreas de difícil acesso, militares do 8° Grupamento de Bombeiros foram transportados por um helicóptero do BPMOA até o topo da Serra da Prata, onde utilizaram um drone para realizar uma verificação mais detalhada do local.

A Casa Militar do Governo do Paraná está em constante contato com as autoridades da FAB e do Cindacta, que estão coordenando as buscas aéreas, a fim de oferecer apoio e auxiliar nas operações em andamento.

O desaparecimento do avião na região da Serra do Mar tem mobilizado intensamente as equipes de resgate, que estão empregando todos os recursos disponíveis para localizar a aeronave e seus ocupantes. As investigações e buscas prosseguem, com a esperança de encontrar sinais que levem ao paradeiro dos três homens desaparecidos.

Foto: Reprodução/BPMOA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *