DESTAQUESOBITUÁRIO

Japão anuncia data para despejo de água da usina nuclear de Fukushima no oceano

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O governo japonês anunciou que começará a lançar águas residuais radioativas tratadas da central nuclear de Fukushima Daiichi no oceano a partir de quinta-feira. O primeiro-ministro Fumio Kishida deu o aval final para o plano durante uma reunião dos ministros envolvidos, instruindo a Tokyo Electric Power Company Holdings (TEPCO), operadora da central, a iniciar as descargas se o clima permitir.

A medida vem após quase 12 anos e meio desde a fusão nuclear ocorrida em março de 2011, desencadeada por um terremoto e tsunami. A central de Fukushima Daiichi está se aproximando da capacidade máxima de armazenamento de cerca de 1,33 milhões de toneladas de água proveniente de diversas fontes, como chuva, água subterrânea e injeções usadas para resfriar os reatores nucleares.

Tanto o governo japonês quanto a TEPCO enfatizam a necessidade de liberar a água para evitar possíveis vazamentos acidentais dos tanques de armazenamento. No entanto, o plano suscitou preocupações nos países vizinhos. A Coreia do Sul testou diversas vezes para garantir à população que não haverá riscos de contaminação ambiental ou alimentar devido às descargas de Fukushima.

A China, por sua vez, proibiu a importação de certos alimentos de dez províncias do Japão em resposta ao plano de descargas. Apesar da aprovação da Agência Internacional de Energia Atômica, o plano enfrenta críticas externas, com o comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês em Macau considerando-o irresponsável e uma violação do direito internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *