BRASILDESTAQUES

Juíza é suspensa pelo TRT por gritar com testemunha

Foto: Divulgação

O Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina (TRT-12) anunciou, na noite de terça-feira (28/11), a suspensão da juíza Kismara Brustolin de conduzir novas audiências trabalhistas. Esta medida foi tomada após a circulação de um vídeo nas redes sociais, onde a juíza aparece gritando com uma testemunha durante uma audiência realizada em Xanxerê, no dia 13 de novembro.

No vídeo, que rapidamente ganhou notoriedade nas redes, Kismara Brustolin é vista chamando a testemunha de “bocudo” e exigindo ser referida como “excelência”. As imagens e o comportamento da juíza geraram uma onda de críticas e levaram à sua suspensão das atividades judiciais.

Até o momento, a juíza Kismara Brustolin não se manifestou publicamente sobre o incidente. A situação levantada pelo vídeo viral coloca em questão não apenas o comportamento individual da juíza, mas também aborda temas mais amplos sobre a conduta e o respeito esperados de profissionais no sistema judiciário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *