BRASILDESTAQUES

Prefeito goiano é indiciado por tentar a matar ex com mais de 15 tiros

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na terça-feira (28), o prefeito de Iporá, Naçoitan Leite, sem partido, foi indiciado por tentativa de feminicídio e homicídio. As acusações são relacionadas a um ataque violento contra sua ex-mulher e o atual namorado dela. Segundo as investigações, o prefeito não aceitava o fim do relacionamento e, em um ato de violência, invadiu a casa da vítima e disparou pelo menos 15 tiros.

Além desses crimes, Naçoitan também enfrentará acusações por porte ilegal de arma de fogo, fraude processual e furto de equipamento de gravação de câmera de segurança da residência. O delegado Igor Dalmy, responsável pela investigação, destacou a clareza das provas que apontam para o feminicídio e homicídio tentado pelo prefeito.

Durante a invasão, nove tiros atravessaram a porta do quarto, com outros atingindo a cama e um baú. A Polícia Civil, agora, investiga se Naçoitan contou com uma rede de apoio durante os quatro dias em que esteve foragido. O delegado regional Ramon Queiroz negou qualquer negociação da polícia com o prefeito para sua rendição.

Curiosamente, Naçoitan não tinha histórico de agressões físicas contra a ex-esposa ou outras mulheres. A perícia confirmou a realização de pelo menos 15 disparos na cena do crime.

Naçoitan Leite foi preso em 23/11, após se entregar à polícia de Iporá. Ele foi hospitalizado no último sábado (25/11) devido a um mal-estar, mas já retornou à prisão, estando sob escolta de servidores penitenciários.

O crime ocorreu em 18 de novembro, quando Naçoitan usou uma caminhonete para invadir a casa da ex-esposa, efetuando os disparos. O casal alvo dos tiros conseguiu escapar ileso, escondendo-se atrás de uma parede. Câmeras de segurança registraram o prefeito levando as armas para um hotel onde estava hospedado após a separação.

A Prefeitura de Iporá não comentou sobre o caso. Vereadores da cidade, contudo, apresentaram um pedido de impeachment contra o prefeito. Este incidente chocante destaca a gravidade da violência doméstica e a necessidade urgente de ações efetivas para combatê-la.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *